Notícias Eleições Presidência Luiz Inácio Lula da Silva


 boletim tempo SMS fale conosco  

Capa
Notícias
Candidatos
Estados
Jornal do Terra
Pesquisas
Transição 2002
Urna eletrônica
 Últimas eleições
2002
2000
1998
Outras Eleições

 Sites relacionados
TSE
TREs
Partidos

 Fale conosco
Escreva com críticas e sugestões
Presidência
Segunda, 28 de outubro de 2002, 01h43 
Eduardo Duhalde cumprimenta Lula pela vitória
 
Veja também
Galeria de Fotos
» Jornais estrangeiros e a vitória de Lula
Notícias
» Jornais internacionais destacam crise do Brasil
» Manchetes internacionais: EUA e França estão perto de acordo sobre o Iraque
» Jornais internacionais destacam medidas de Lula
» EUA estendem mãos a Lula para manter rumo da economia
» Sandinistas comemoram vitória de Lula
» Comissão pede a Lula associação entre UE e Mercosul
» Duhalde saúda Lula
Links
» Biografia de Lula
Últimas sobre Luiz Inácio Lula da Silva
» Lula se reúne com aliados para discutir governo
» Ronaldinho e ONU ajudarão no combate à fome
» Gushiken cuidará da Previdência na transição
» Lula pode ganhar título de doutor pela UFPE
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

O presidente argentino, Eduardo Duhalde, cumprimentou este domingo o vencedor das eleições presidenciais, Luiz Inácio Lula da Silva, anunciou a chancelaria em Buenos Aires, através de um comunicado.

"O Sr. presidente da nação Eduardo Duhalde enviou uma nota de felicitações ao Sr. presidente eleito da República Federativa do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, por sua vitória nas eleições", precisa a nota oficial argentina.

O chanceler Carlos Ruckauf, em conversa com o secretário de Relações Internacionais do PT, Marco Aurélio Garcia, "expressou que, para a Argentina, a aliança estratégica com o Brasil representa uma política de Estado, já que dela surgem realidades auspiciosas para o povo de ambos os países", amplia o comunicado.

Ruckauf expressou que "o Mercosul representa, para as duas nações, uma opção estratégica que vai além de seus objetivos econômico-comerciais, implica uma idenldkde comum e impulsiona o desenvolvimento político, social e cultural de seus membros em uma tarefa contínua de atualização e aprofundamento".

O ministro argentino e Garcia "concordaram que, apesar dos tempos difíceis que nossos países enfrentam, estamos vivendo um momento significativo na história das relações bilaterais, porque comprovou-se que trabalhando juntos, brasileiros e argentinos, as conquistas são mais importantes e os benefícios, maiores", conclui a nota.

Lula fará sua primeira viagem como presidente eleito à Argentina, para dar sinais da "prioridade" do país, anunciou Garcia.
 

AFP

Todos os direitos de reprodução e representação reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.