Notícias Eleições Presidência


 boletim tempo SMS fale conosco  

Capa
Notícias
Candidatos
Estados
Jornal do Terra
Pesquisas
Transição 2002
Urna eletrônica
 Últimas eleições
2002
2000
1998
Outras Eleições

 Sites relacionados
TSE
TREs
Partidos

 Fale conosco
Escreva com críticas e sugestões
Presidência
Segunda, 28 de outubro de 2002, 00h11  Atualizada às 00h42
FHC liga para Lula e deseja boa sorte à frente do governo
 
Veja também
Galeria de Fotos
» A comemoração dos petistas
» Jornais estrangeiros e vitória de Lula
» Lula faz 1º discurso após vitória
Notícias
» Lula agradece aliados e diz que Brasil 'venceu o medo'
» Na Paulista, Lula diz que PT venceu preconceito
» Íntegra: discurso de Lula na Avenida Paulista
» Festa na Paulista reúne 50 mil
» Íntegra: 1º discurso de Lula
» FHC liga para Lula e deseja boa sorte à frente do governo
» Serra telefona para Lula
» Manchetes internacionais
Links
» Biografia de Lula
» Vídeo: Serra admite derrota
» Vídeo: 1º discurso de Lula
Últimas sobre Presidência
» Governadores do RS e SC discutem posição do PMDB
» Lula reúne partidos aliados para discutir apoio e participação
» Lula se reúne com aliados para discutir governo
» Ronaldo Lessa diz que dará trégua para Lula
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

O presidente Fernando Henrique Cardoso telefonou há pouco para o presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva.

FHC parabenizou Lula pela vitória nas eleições e desejou-lhe boa sorte à frente do governo brasileiro. No momento do telefonema, Lula estava ao lado de seu irmão, Frei Chico, a quem Fernando Henrique conhece há bastante tempo. O presidente enviou também um abraço para ele.

FHC acompanhou a apuração dos votos a partir de Brasília e já havia anunciado, pelo porta-voz da Presidência, que ligaria para o vencedor.

Antes de saber do resultado das eleições, Fernando Henrique declarou que os dois candidatos eram "patriotas" e capazes de administrar o País. O presidente ainda fez elogios ao processo eleitoral, chamando este de "um dia histórico para o Brasil, que está dando uma demonstração clara de que é democrático".

Fernando Henrique e Lula devem se reunir já às 11h de terça-feira. A reunião será dividida em duas partes. Na primeira, participarão apenas os dois presidentes, o atual e o eleito. Na segunda, integrarão o encontro a equipe de coordenação do presidente eleito, o ministro chefe da Casa Civil, Pedro Parente, e o secretário-geral da Presidência, Euclides Scalco.


 

Agência Brasil