Notícias Eleições Presidência Luiz Inácio Lula da Silva


 boletim tempo SMS fale conosco  

Capa
Notícias
Candidatos
Estados
Jornal do Terra
Pesquisas
Transição 2002
Urna eletrônica
 Últimas eleições
2002
2000
1998
Outras Eleições

 Sites relacionados
TSE
TREs
Partidos

 Fale conosco
Escreva com críticas e sugestões
Presidência
Sexta, 1 de novembro de 2002, 08h52 
Ronaldinho e ONU ajudarão no combate à fome
 
Notícias
» Eduardo Suplicy discorda do plano Fome Zero
» Combate à fome exigirá até R$ 6 bilhões anuais
» Combate à fome é o principal objetivo do governo Lula
Últimas sobre Luiz Inácio Lula da Silva
» Lula se reúne com aliados para discutir governo
» Ronaldinho e ONU ajudarão no combate à fome
» Gushiken cuidará da Previdência na transição
» Lula pode ganhar título de doutor pela UFPE
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

Luiz Inácio Lula da Silva ganhou ontem um importante aliado no combate à fome que pretende implementar a partir do começo de seu mandato. O atacante Ronaldinho, do Real Madrid, colocou-se à disposição do presidente eleito. "Ronaldinho, como embaixador da ONU, se prontificou a ajudar no que estiver ao seu alcance", confirmou o porta-voz André Singer.

Este não foi o único apoio de peso que Lula recebeu. O próprio secretário-geral da ONU, Kofi Annan, telefonou-lhe. Na conversa, ficou acertado que o secretário-geral da FAO (órgão das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação), Jacques Dioulf, visitará o país entre janeiro e fevereiro para conhecer o programa Fome Zero do PT.

Hoje, Lula terá sua primeira reunião com os presidentes dos partidos que o apoiaram na eleição. Confirmaram presença os representantes de PCdoB, PMN, PL, PCB, PDT, PPS, PSB, PV, PGT, PSDC e PTB. O encontro acontecerá na sede do PT, em São Paulo "Será discutida a participação dos partidos aliados no processo de transição", resumiu Singer.

Ontem, Lula esteve reunido com a cúpula do PT para definir a equipe de transição. No fim da tarde, foram confirmados mais três nomes: José Graziano, professor da Unicamp e um dos autores do programa de combate à fome, Dilma Rousseff, secretária de Energia do Rio Grande do Sul, e o ex-deputado Federal Luiz Gushiken.
 

Jornal do Brasil