Notícias Eleições Presidência


 boletim tempo SMS fale conosco  

Capa
Notícias
Candidatos
Estados
Jornal do Terra
Pesquisas
Transição 2002
Urna eletrônica
 Últimas eleições
2002
2000
1998
Outras Eleições

 Sites relacionados
TSE
TREs
Partidos

 Fale conosco
Escreva com críticas e sugestões
Presidência
Quinta, 31 de outubro de 2002, 17h35 
Ex-secretário do Tesouro diz que Lula precisa de tempo
 
Veja também
Galeria de Fotos
» Primeiro encontro de FHC e Lula
Notícias
» Visita de Lula a Brasília frustra expectativa sobre ministério
» Lula anuncia que Palocci coordenará equipe de transição
» Saiba quem é Antônio Palocci
» Os nomes da equipe do PT
» Quem integra a equipe do governo
» Conselho vai traçar programas sociais
» FHC deixa inflação sob controle e dívida alta
» Frases de Lula depois de eleito
Links
» Transição 2002: Lula vai tentar atrasar anúncio de ministério
» Biografia de Lula
Últimas sobre Presidência
» Governadores do RS e SC discutem posição do PMDB
» Lula reúne partidos aliados para discutir apoio e participação
» Lula se reúne com aliados para discutir governo
» Ronaldo Lessa diz que dará trégua para Lula
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

"Vocês elegeram um líder, então, vamos dar chance e tempo ao líder para liderar", diz o ex-secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Nicholas Brady, sobre o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva. "Olhando para o histórico (de Lula), de onde ele veio, as coisas que fez, ele tinha que ser um líder. É líder pois convenceu as pessoas a seguirem-no. Então dêem uma chance a ele de liderar", disse Brady, ontem em entrevista a um grupo pequeno de jornalistas em São Paulo.

Brady avalia que ao longo da campanha muito se falou e escreveu sobre o que Lula pensava ou faria no governo, e nem tudo estava certo, houve certo exagero. O ex-secretário não acha que Lula precise de conselhos de ninguém, mas observa que quando Lula for detalhar o seu programa de governo, "quando tiver isso pronto e anunciar, o próximo passo é garantir que o resto das pessoas compreendam o plano." Brady tem lido as últimas declarações de Lula que, segundo ele, "fazem sentido."

O ex-secretário, que também preside a Darby Overseas Investment, espera que as medidas a serem tomadas por Lula em seu governo continuem sendo sensatas. "Aí os juros vão cair e o Brasil terá de novo o crédito (do exterior) que precisa", disse. A Darby possui recursos de US$ 1,2 bilhão para investir em mercados emergentes. Pouco mais de US$ 100 milhões estão investidos no Brasil.
 

Investnews - Gazeta Mercantil