Notícias Eleições Presidência


 boletim tempo SMS fale conosco  

Capa
Notícias
Candidatos
Estados
Jornal do Terra
Pesquisas
Transição 2002
Urna eletrônica
 Últimas eleições
2002
2000
1998
Outras Eleições

 Sites relacionados
TSE
TREs
Partidos

 Fale conosco
Escreva com críticas e sugestões
Presidência
Quinta, 31 de outubro de 2002, 02h34 
Vices trocam gentilezas em Brasília
 
Últimas sobre Presidência
» Governadores do RS e SC discutem posição do PMDB
» Lula reúne partidos aliados para discutir apoio e participação
» Lula se reúne com aliados para discutir governo
» Ronaldo Lessa diz que dará trégua para Lula
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

O vice-presidente eleito, senador José Alencar (PL-MG), visitou ontem o gabinete que ocupará nos próximos quatro anos. Depois de mais de duas horas de conversa com o atual morador do Palácio do Jaburu, o senador eleito Marco Maciel (PFL-PE), Alencar explicou que terá missões especiais a realizar e que, por isso, não poderá assumir qualquer ministério no governo de Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, como chegou vinha sendo cogitado. Alencar disse que a idéia de acumular cargos era ''um despropósito''.

Segundo ele, quem decidirá os nomes que ocuparão cada ministério será ''o presidente Luiz Inácio Lula da Silva''. Mas, afirmou, não haveria sentido em ele estar simultaneamente no Ministério e na Vice-Presidência, uma vez que também foi eleito. Alencar disse, ainda, que já conhecia o gabinete de Maciel, a quem classificou de ''um bom amigo''. "Isso aqui é uma beleza, não mereço um gabinete tão bonito. Não mereço tanto", disse Alencar, com ar modesto, ao deixar a sala de Marco Maciel.

A conversa, segundo o vice-presidente eleito, foi principalmente sobre as atribuições do cargo. Além de substituir Lula no Planalto, Alencar disse que também poderá ter que viajar pelo mundo representando o Brasil. "Dizem que democracia é isso: rotatividade dos cargos. Por isso, começamos os desdobramentos da transição da Vice-Presidência", afirmou Marco Maciel.

José Alencar contou que se mudará para a residência oficial da Vice-Presidência, o Palácio do Jaburu, assim que assumir o cargo. Comentou, sorrindo, que conhece a casa por ter feito visitas de cortesia a outros vice-presidentes. "Sei que alguns políticos não quiseram morar lá, mas acho o Jaburu muito agradável. Vou morar lá", confirmou.
 

Jornal do Brasil