Notícias Eleições Presidência Luiz Inácio Lula da Silva


 boletim tempo SMS fale conosco  

Capa
Notícias
Candidatos
Estados
Jornal do Terra
Pesquisas
Transição 2002
Urna eletrônica
 Últimas eleições
2002
2000
1998
Outras Eleições

 Sites relacionados
TSE
TREs
Partidos

 Fale conosco
Escreva com críticas e sugestões
Presidência
Quarta, 30 de outubro de 2002, 17h08 
Cuba vê triunfo de Lula como fator positivo para América Latina
 
Veja também
Galeria de Fotos
» Jornais estrangeiros e a vitória de Lula
Notícias
» Jornais internacionais destacam crise do Brasil
» Manchetes internacionais: EUA e França estão perto de acordo sobre o Iraque
» Jornais internacionais destacam medidas de Lula
» EUA estendem mãos a Lula para manter rumo da economia
» Sandinistas comemoram vitória de Lula
» Comissão pede a Lula associação entre UE e Mercosul
» Duhalde saúda Lula
Links
» Biografia de Lula
Últimas sobre Luiz Inácio Lula da Silva
» Lula se reúne com aliados para discutir governo
» Ronaldinho e ONU ajudarão no combate à fome
» Gushiken cuidará da Previdência na transição
» Lula pode ganhar título de doutor pela UFPE
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

A vitória de Luiz Inácio Lula Da Silva na disputa presidencial do Brasil é um fator positivo para a América Latina e deve gerar uma nova leitura entre os políticos da região, disse na quarta-feira o chanceler cubano, Felipe Pérez Roque.

"Cuba viu com satisfação e alegria a vitória de Lula. Nos alegramos por ele, pelo Brasil e pela América Latina", disse o chanceler a jornalistas em Havana. "Acreditamos que ele tem desafios importantes diante de si, ele recebeu um amplo e impressionante mandato popular e sua presença à frente da Presidência constituirá um fator positivo para as relações entre nossos países", acrescentou Pérez Roque.

Ele disse que o presidente Fidel Castro enviou uma carta de felicitação ao presidente eleito. "Para a América Latina é positivo. E penso que para os políticos da América Latina será uma leitura importantes para se fazer sobre a votação recebida por Lula", acrescentou o chanceler.

O chefe das Relações Exteriores da ilha comunista disse esperar que o governo Lula "tome um novo impulso de continuidade às relações muito positivas que tem se desenvolvido até o presente" entre ambos países.
 

Reuters

Reuters Limited - todos os direitos reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.