Notícias Eleições Presidência Luiz Inácio Lula da Silva


 boletim tempo SMS fale conosco  

Capa
Notícias
Candidatos
Estados
Jornal do Terra
Pesquisas
Transição 2002
Urna eletrônica
 Últimas eleições
2002
2000
1998
Outras Eleições

 Sites relacionados
TSE
TREs
Partidos

 Fale conosco
Escreva com críticas e sugestões
Presidência
Quarta, 30 de outubro de 2002, 15h55 
Lula reafirma que fará governo do diálogo
 
Últimas sobre Luiz Inácio Lula da Silva
» Lula se reúne com aliados para discutir governo
» Ronaldinho e ONU ajudarão no combate à fome
» Gushiken cuidará da Previdência na transição
» Lula pode ganhar título de doutor pela UFPE
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

O presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, reafirmou nesta quarta-feira que a marca de seu governo será o diálogo com todos os setores da sociedade, incluindo governadores, sindicalistas e empresários. "Isso vai ser uma rotina, eu vou ouvir todos os segmentos", disse Lula a jornalistas no comitê de campanha em São Paulo, acompanhado do cantor Zezé di Camargo. Lula estava se referindo a uma reunião com dezenas de representantes de organizações não governamentais, sindicalistas, empresários e banqueiros, realizada durante a campanha do segundo turno.

Lula afirmou que pretende governar em sintonia com os governadores para conjugar o desenvolvimento nacional com o regional. "Sou fanático pelo desenvolvimento regional. O o que precisamos fazer é uma política combinada."

O presidente eleito preferiu não fazer mais comentários sobre a equipe de transição, afirmando apenas que o coordenador Antonio Palocci "vai cuidar disso com o maior carinho".

Sobre o ministério de seu governo, Lula voltou a se comparar com o técnico da seleção brasileira de futebol que conquistou o pentacampeonato, Luiz Felipe Scolari. "Ninguém foi convidado ainda. No momento certo, eu farei como o Felipão e anunciarei o time titular."

Segundo o secretário-geral do PT, Luiz Dulci, Lula se reúne ainda nesta quarta no comitê com assessores para definir a agenda dos próximos dias, além de receber dirigentes da Central Ûnica dos Trabalhadores (CUT). Dulci informou ainda que outro grupo de assessores discute um cronograma de viagens nacionais e internacionais para Lula.

Entre os eventos que devem ser definidos está o encontro de Lula com os governadores eleitos e reeleitos, tanto do PT como de outros partidos. Dulci, no entanto, não soube dizer, se haverá um único encontro com todos os governadores ou se haverá uma série deles.
 

Investnews - Gazeta Mercantil