Notícias Eleições Presidência Luiz Inácio Lula da Silva


 boletim tempo SMS fale conosco  

Capa
Notícias
Candidatos
Estados
Jornal do Terra
Pesquisas
Transição 2002
Urna eletrônica
 Últimas eleições
2002
2000
1998
Outras Eleições

 Sites relacionados
TSE
TREs
Partidos

 Fale conosco
Escreva com críticas e sugestões
Presidência
Quarta, 30 de outubro de 2002, 12h39 
Presidente eleito descansa até o fim de semana
 
Últimas sobre Luiz Inácio Lula da Silva
» Lula se reúne com aliados para discutir governo
» Ronaldinho e ONU ajudarão no combate à fome
» Gushiken cuidará da Previdência na transição
» Lula pode ganhar título de doutor pela UFPE
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

Ao sair de seu prédio, no centro de São Bernardo, o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva, desceu de seu carro para cumprimentar eleitores que desde cedo reuniam-se em frente ao prédio. Lula abraçou as pessoas e ouviu mensagens de apoio como "vai com Deus" e "toma cuidado lá". O novo presidente disse que não está cansado. "Um pouco de estafa, mas com tanta coisa para fazer...", disse. Lula afirmou que deve descansar no sábado e no domingo e que ainda terá que conversar e visitar muitas pessoas até lá.

Depois de conversar com os jornalistas, Lula atravessou a rua onde mora para falar com as crianças da escola municipal de educação infantil que gritavam seu nome encostadas nas grades da escola. O tumulto quebrou o espelho retrovisor do lado esquerdo do carro de Lula. Bem humorado, Lula cobrou: "Alguém vai ter que pagar meu espelhinho."

O presidente eleito saiu de São Bernardo escoltado pelo Polícia Federal em direção ao cabelereiro Fernando, no bairro do Ipiranga, em São Paulo. A mulher de Lula, Marisa, já estava no salão fazendo as unhas. A presença de Lula causa um tumulto na porta do cabelereiro e na rua de mão dupla, onde os motoristas passam devagar para tentar vê-lo. À tarde, Lula deverá reunir-se com assessores em seu comitê, na Vila Clementino em São Paulo.
 

Investnews - Gazeta Mercantil