Notícias Eleições Presidência Luiz Inácio Lula da Silva


 boletim tempo SMS fale conosco  

Capa
Notícias
Candidatos
Estados
Jornal do Terra
Pesquisas
Transição 2002
Urna eletrônica
 Últimas eleições
2002
2000
1998
Outras Eleições

 Sites relacionados
TSE
TREs
Partidos

 Fale conosco
Escreva com críticas e sugestões
Presidência
Terça, 29 de outubro de 2002, 11h15 
Líder industrial catarinense ironiza plano de combate à fome
 
Notícias
» Combate à fome exigirá até R$ 6 bilhões anuais
» Combate à fome é o principal objetivo do governo Lula
Últimas sobre Luiz Inácio Lula da Silva
» Lula se reúne com aliados para discutir governo
» Ronaldinho e ONU ajudarão no combate à fome
» Gushiken cuidará da Previdência na transição
» Lula pode ganhar título de doutor pela UFPE
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), José Faraco, disse que ficou "arrepiado" com a idéia do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva, de criar a Secretaria de Emergência Social. "Imagino uma estrutura de governo comprando quentinhas em Brasília para serem distribuídas no Ceará. Já vi esse filme antes e isso me arrepia!", disse Faraco em entrevista, esta manhã, a uma rádio de Florianópolis.

Ele exortou Lula a recorrer ao Sesi para promover programas sociais nas indústrias e considerou positiva a proposta de política de desenvolvimento industrial do petista. "Foi o que faltou no governo Fernando Henrique Cardoso". O dirigente industrial elogiou, ainda, o projeto de governo de Lula que contempla saúde e educação.
 

Jornal do Brasil