Notícias Eleições Rio Grande do Norte


 boletim tempo SMS fale conosco  

Capa
Notícias
Candidatos
Estados
Jornal do Terra
Pesquisas
Transição 2002
Urna eletrônica
 Últimas eleições
2002
2000
1998
Outras Eleições

 Sites relacionados
TSE
TREs
Partidos

 Fale conosco
Escreva com críticas e sugestões
Rio Grande do Norte
Terça, 29 de outubro de 2002, 05h07 
Wilma anuncia hoje equipe de transição no RN
 
Últimas sobre Rio Grande do Norte
» Mais três cidades potiguares têm novo prefeito
» Outra cidade do Rio Grande do Norte elege prefeito
» Cidade potiguar será governada por peemedebista
» Coordenador define atribuições para transição no RN
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

A governadora eleita, Wilma de Faria (PSB), já resolveu que não dará nenhuma entrevista para anunciar, hoje à tarde, os nomes dos integrantes da equipe de transição, que vai atuar junto ao governo Fernando Freire na coleta de informações sobre o atual quadro econômico, orçamentário, fiscal, tributário e de recursos humanos da administração pública do Estado. Wilma de Faria avisou que essa equipe será comporta por técnicos e não terá nenhuma relação com o futuro secretariado, a ser anunciado na primeira semana de dezembro. Antes disso, ela viaja para fora do Estado para um descanso de dez dias, garantindo que permanece no Brasil.

Possivelmente, a governadora eleita passará por Recife para conversar com o presidente nacional do PSB, Miguel Arraes, a respeito dos rumos que o partido deverá tomar com relação a apoios e garantia de governabilidade ao presidente eleito, Luís Inácio Lula da Silva, do PT. Wilma de Faria avisou que mandará para as redações dos jornais e emissoras de TVs e rádios, por e-mails na internet, os nomes das pessoas que integração essa equipe, embora já circulassem boatos a respeito das indicações do médico Ives Bezerra, da promotora Armeli Brennand e até do deputado estadual Leonardo Arruda (PDT).

Tão logo se confirmou o resultado do segundo turno das eleições, na noite de domingo, dia 27, o governador Fernando Freire encarregou o chefe do Gabinete Civil do governo, professor Luiz Eduardo Carneiro Costa, de trabalhar a transição junto à equipe indicada por Wilma de Faria. "Vamos informar e apoiar tudo o que for solicitado. Estamos disponível e o primeiro passo é uma chegada até aqui desses coordenadores", afirmou Costa.

Ela conta que pretende propor a continuidade da aliança com o PT/RN, mas qualquer decisão de participar ou não do seu governo, vai depender desse partido. "Ainda vou me reunir com o meu partido (PSB) e ver como ficarão as alianças feitas para o 2º turno, mas, de antemão, posso dizer que é de minha vontade continuar a parceria firmada com o PT local, até porque apoio o governo de Lula", falou Wilma de Faria. A governadora eleita disse que a prioridade do seu governo será a área social e que dará continuidade a algumas ações do atual governo, como os programas das adutoras e do leite. "Vamos continuar com os programas sociais que estão dando certo e implantar outros que venham a beneficiar o povo do Rio Grande do Norte", disse ela, que ontem foi entrevista no RNTV 2ª Edição da TV Cabugi.

Além das adutoras e do Programa do Leite, instituídos na administração do governador Garibaldi Filho, Wilma assumiu compromisso com a implantação de Internet em todas as escolas estaduais; centros integrados de qualificação para policiais; primeiro emprego; combate a pobreza e ampliação do programa estadual de distribuição de leite de vaca e cabra - atualmente com 138 mil litros entregues a famílias carentes, por dia.
 

Tribuna do Norte