Notícias Eleições Pernambuco Governo PE Jarbas De Andrade Vasconcelos


 boletim tempo SMS fale conosco  

Capa
Notícias
Candidatos
Estados
Jornal do Terra
Pesquisas
Transição 2002
Urna eletrônica
 Últimas eleições
2002
2000
1998
Outras Eleições

 Sites relacionados
TSE
TREs
Partidos

 Fale conosco
Escreva com críticas e sugestões
Pernambuco
Sexta, 18 de outubro de 2002, 13h08 
Jarbas quer superar evento petista no Recife
 
Últimas sobre Jarbas De Andrade Vasconcelos
» Jarbas grava fala para programas de Serra e Alckmin
» Jarbas quer superar evento petista no Recife
» Serra suspende encontro com Jarbas e fica em SP
» Prefeito do Recife garante que Jarbas vai cair
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

Depois de ver milhares de militantes e eleitores petistas no centro do Recife, nesta semana, o governador Jarbas Vasconcelos (PMDB) convocou os deputados federais e estaduais da União por Pernambuco (PMDB/ PSDB/ PFL/ PPB) para a missão de superar o evento de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), de acordo com a Folha de Pernambuco.

Todos receberam, ontem, a missão de convocar toda a militância para o último ato político do presidenciável José Serra (PSDB), no Recife, marcado para a próxima terça-feira. O encontro, voltado apenas aos parlamentares com maior votação na Região Metropolitana, aconteceu no final da tarde, no antigo comitê do governador, adaptado, atualmente, ao tucano.

'Todos eles se comprometeram e vão reunir suas lideranças. Também contatamos mais de 80 prefeitos, mais próximos da Região Metropolitana do Recife, que possam se integrar a esse ato', disse Jarbas, adiantando que a chegada do presidenciável, no Recife, está prevista para as 16h. José Serra participará de caminhada, no Centro, cujo o roteiro ainda será acertado pela coordenação de campanha.

"Estamos convidando lideranças num esforço metropolitano', afirmou o deputado federal Carlos Eduardo Cadoca (PFL), anunciando nova reunião na segunda-feira, para os acertos finais. Apesar de José Serra ter aparecido 30 pontos percentuais atrás de Lula, segundo as pesquisas, Jarbas acredita que o tucano 'tem condição de reverter o quadro'.

'Tem que ir pra rua, tem que lutar. Não vamos arrumar bode expiatório, e ele (Serra) não está arrumando desculpa esfarrapada', disparou o governador, ainda criticando a opção de Lula de participar de um só debate no segundo turno. 'Eu, para falar com Lula, não vou precisar de intermediário.

"Se for o caso, vou usar do expediente de pedir uma audiência', declarou o governador, sem querer se prolongar sobre o assunto, quando foi questionado se o prefeito João Paulo (PT) iria servir como ponte entre o Governo do Estado e o Palácio de Planalto, em uma eventual vitória petista.

Ao comentar o depoimento da atriz global Regina Duarte, no guia eleitoral de Serra, quando ela declarou sentir medo de um eventual governo de Lula, Jarbas voltou a afirmar que 'onde o PT governa o povo não vota'. 'Acho que não vai acontecer nada', acrescentou.

Participaram da reunião os deputados federais Cadoca, Joaquim Francisco (PFL), André de Paula (PFL) e Joel de Hollanda (PFL), os estaduais Augusto Coutinho (PFL), Bruno Araújo (PSDB), Bruno Rodrigues (PPB) e Sérgio Pinho Alves (PSDB), além do ex-prefeito Roberto Magalhães (PSDB),eleito para a Câmara Federal.
 

Agência Nordeste

Copyright Agência Nordeste. Todos os direitos reservados.