Notícias Eleições Rio Grande do Norte


 boletim tempo SMS fale conosco  

Capa
Notícias
Candidatos
Estados
Jornal do Terra
Pesquisas
Transição 2002
Urna eletrônica
 Últimas eleições
2002
2000
1998
Outras Eleições

 Sites relacionados
TSE
TREs
Partidos

 Fale conosco
Escreva com críticas e sugestões
Rio Grande do Norte
Quarta, 9 de outubro de 2002, 06h44 
Candidatos são obrigados limpar sujeira em Natal
 
Últimas sobre Rio Grande do Norte
» Mais três cidades potiguares têm novo prefeito
» Outra cidade do Rio Grande do Norte elege prefeito
» Cidade potiguar será governada por peemedebista
» Coordenador define atribuições para transição no RN
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

Depois de toda a propaganda eleitoral feita não apenas nos veículos de comunicação, mas principalmente nos muros, paredes, monumentos e postes da cidade, os políticos têm agora uma nova obrigação. Uma resolução do Tribunal Superior Eleitoral exige que eles limpem os locais onde foram afixados cartazes.

O prazo para finalizar o trabalho é 30 dias após a proclamação do resultado. Ou seja, deputados estaduais e federais e senadores têm até o dia 7 de outubro para retirar cartazes e panfletos afixados com o seu nome. No caso dos candidatos ao governo, já que houve reeleição, o prazo começa a contar após o resultado final.

A juíza eleitoral Berenice Capuxu explicou que só pode decidir com a abertura de um processo. É do Ministério Público a responsabilidade para entrar com as ações. "A população pode fazer as denúncias ao promotor e é ele que entra com o processo", disse a juíza. A multa paga pelos candidatos chega a ser revertida para eles mesmos, já que o valor vai para o fundo de partido dos próprios infratores.

Os candidatos, derrotados e vitoriosos, parecem não estar preocupados com a penalidade da Justiça Eleitoral. Muros, postes e viadutos da capital continuam com o mesmo cenário de sujeira provocado pelos panfletos.
 

Tribuna do Norte