6 eventos ao vivo

Ibope: Dilma abre oito pontos de vantagem sobre Aécio

23 out 2014
17h10
atualizado às 17h34
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Na pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira, a candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, abriu oito pontos de vantagem sobre seu adversário, Aécio Neves (PSDB), nos votos válidos. Ela aparece com 54% das intenções de votos, ante 46% de seu adversário. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

<p>Rejei&ccedil;&atilde;o de Dilma permaneceu est&aacute;vel, enquanto&nbsp;a de A&eacute;cio subiu 7 pontos percentuais</p>
Rejeição de Dilma permaneceu estável, enquanto a de Aécio subiu 7 pontos percentuais
Foto: Divulgação

Nos votos totais, a petista aparece com 49% das intenções de votos, ante 41% do tucano. Dos entrevistados, 7% votarão em branco ou nulo e 3% se disseram indecisos. Dilma cresceu seis pontos em relação à pesquisa anterior, passou de 43% para 49%, e Aécio perdeu quatro pontos, foi de 45% para 41%. Os indecisos passaram de 5% para 3%, enquanto a taxa de brancos e nulos permaneceu inalterada.

A rejeição de Aécio passou de 35% para 42%, aumento de sete pontos percentuais, enquanto a de Dilma permaneceu em 36%. No voto espontâneo, quando o entrevistado diz em quem irá votar sem que a opção dos candidatos seja apresentada, a petista tem 47% e o tucano 39%, outros 7% disseram que votarão em branco e nulo e os indecisos somaram 6%.

A pesquisa ouviu os eleitores entre segunda-feira e quarta-feira desta semana. O instituto ouviu 3.010 eleitores em 203 municípios de todo o País. O levantamento tem um intervalo de confiança de 95%. Isso significa que, em 100 levantamentos feitos com a mesma metodologia e nas mesmas datas, 95 terão o resultado dentro da margem de erro estimada. A pesquisa foi encomendada pelo Estado e pela TV Globo. Está registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-01168/2014.

Veja também:

De olho na nova geração - Dudu Barrichello
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade