2 eventos ao vivo

Após declarar apoio a Aécio, Lindsay Lohan apaga publicação

21 out 2014
11h35
atualizado às 16h46
  • separator
  • comentários

Não, você não leu errado. É isso mesmo: Lindsay Lohan, atriz norte-americana queridinha dos adolescentes, declarou apoio à eleição de Aécio Neves (PSDB). Ela se posicionou nesta terça-feira por meio de uma mensagem compartilhada em seu perfil oficial do Twitter. "Eu apoio a candidatura presidencial de @AecioNeves. Sua plataforma levará mudanças positivas no Brasil", escreveu junto a uma foto do tucano. Poucas horas depois, no entanto, ela apagou a publicação. 

Atriz norte-americana Lindsay Lohan declara apoio a Aécio
Atriz norte-americana Lindsay Lohan declara apoio a Aécio
Foto: Twitter / Reprodução

Alguns fãs de Lindsay, especialmente os de outros países, não pareceram entender muito bem sobre o que ela estava falando no momento em que lançou a mensagem e responderam seu tweet mudando completamente de assunto. "Eu te amo tanto", disse, em inglês, @partywithgomez. "Oi, princesa rosa. Como você tem passado?", perguntou, na mesma língua, @carolinaculebro. 

Outros brasileiros, no entanto, mostraram ter se decepcionado. "Que nojo de você", disse @caipirabritney. "Não faz isso comigo, Lindsay", afirmou @jinoraslight. "Socorro Lilo", completou @giovanagoniza. "Você está louca, querida", disparou @gotchaotic, fazendo referência a uma conhecida frase de Eduardo Jorge (PV), que participou da disputa eleitoral no primeiro turno.

Lindsay Lohan, de 28 anos, é uma das estrelas mais controversas dos Estados Unidos. Sempre envolvida em polêmicas, ela deixou de ser conhecida como uma atriz mirim para assumir o rótulo de garota-problema. Já foi acusada de roubo, dirigiu embriagada e foi flagrada portando cocaína, por exemplo, além de ter se internado algumas vezes em clíncias de reabilitação para tratar vícios em álcool e drogas. 

Outros apoiadores internacionais
Esta não foi a primeira vez que um astro internacional se manifestou sobre essa eleição presidencial no Brasil. Dias atrás, o ator norte-americano Danny Glover usou também o Twitter para declarar preferência por Dilma Rousseff (PT). “O Brasil é o maior país no combate à pobreza e nos últimos 12 anos deu um exemplo para a humanidade", escreveu. 

No primeiro turno, um caso semelhante aconteceu com Marina Silva (PSB). A candidata recebeu apoio de Mark Ruffalo, mas, em seguida, o astro desistiu por descobrir, segundo ele, que ela não se posicionava favorável ao casamento gay e os "direitos reprodutivos da mulher"

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade