Eleições 2008

Quinta, 18 de dezembro de 2008, 12h34 Atualizada às 12h34

Kassab é diplomado e se diz pronto para a crise econômica

  • Notícias

Kassab é diplomado para novo mandato em São Paulo
Kassab é diplomado para novo mandato em São Paulo
Vagner Magalhães/Terra

Vagner Magalhães
Direto de São Paulo

O prefeito de São Paulo Gilberto Kassab foi diplomado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Estado para o mandato de 2009 a 2012 nesta manhã na Assembléia Legislativa. Foram diplomados ainda os 55 vereadores eleitos da capital. A posse acontece no dia 1° de janeiro. Ao prever a diminuição de receitas, o prefeito admite que o ano de 2009 será difícil devido à crise econômica mundial, porém ele afirma estar preparado para essa diminuição da verba.

"Vamos registrar que essa é uma peculariedade que afeta qualquer poder público do mundo. Todos nós estamos sujeitos aos problemas dessa crise. É evidente que estamos atentos. Haverá sim uma diminuição de receita, até porque o governo federal e o governo do Estado já se manifestaram em relação a uma queda que está acontecendo em suas receitas", disse Kassab.

"O município de São Paulo vive além das receitas próprias. (Vive) também dos repasses do governo federal e do governo do Estado", afirmou, "ainda que sejamos afetados pela crise, os compromissos sociais da nossa campanha são inabaláveis".

Sobre a equipe de governo, disse que haverá poucas mudanças no seu segundo mandato, "nossa equipe será praticamente a mesma, teremos algumas mudanças pontuais, normais em qualquer governo", disse o prefeito.

Sobre a alteração da proporcionalidade de vereadores em relação ao número de habitantes nos municípios, que aumenta o número de parlamentares em todo o País, Kassab afirmou: "se eu fosse parlamentar, eu teria votado contra. O Congresso pode ter cometido um equívoco". A cidade de São Paulo, que conta com 55 vereadores, mantém o número.


Redação Terra