Rio de Janeiro (RJ)

Domingo, 7 de dezembro de 2008, 14h45 Atualizada às 16h51

Rio: 10 de 18 obras do PAC estão paradas, diz futuro secretário

  • Notícias

Daniel Gonçalves
Direto do Rio de Janeiro

O futuro secretário de Habitação do Rio de Janeiro, o deputado federal Jorge Bittar (PT), apresentou neste domingo um quadro de resumo dos contratos da atual Secretaria de Habitação do município, apontando que dez das 18 obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) estão paralisadas. De acordo com Bittar, o morro da Formiga, o morro do Borel e a favela Nova Brasília são locais em que as obras não estão em andamento.

O deputado Jorge Bittar afirmou que o problema é de gerenciamento e não por falta de dinheiro. O atual prefeito, Cesar Maia, afirmou que as obras estão andando "a pleno vapor" em Manguinhos e no Complexo do Alemão. Segundo ele, as obras estão além do cronograma e a Caixa Econômica Federal tem repassado normalmente os recursos.

O futuro secretário disse que, assim que assumir o cargo, sua prioridade será reiniciar as obras com o apoio da população. "Embora a crise econômica esteja afetando o mundo inteiro, a prefeitura do Rio tem recursos, e a Secretaria de Habitação terá prioridade no governo".

Bittar afirmou que pretende renovar a parceria do município com empresas como a Light, a Cedae e a Comlurb. Ele confirmou que irá contratar o Favela Bairro 3, programa social em comunidades carentes.


Redação Terra