Rio de Janeiro (RJ)

Sexta, 5 de dezembro de 2008, 20h31 Atualizada às 20h54

Rio: juíza reprova contas de campanha de Carminha

  • Notícias

A juíza Ana Lúcia Vieira do Carmo, da 228ª Zona Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio de Janeiro, reprovou as contas de campanha da vereadora eleita na capital fluminense Carmen Gloria Guinâncio Guimarães, a Carminha Jerominho (PTdoB), e da candidata derrotada à prefeitura Solange Amaral (DEM). Em ambos os casos se verificou que houve arrecadações e gastos antes de preenchido o requisito essencial da abertura de conta eleitoral.

A desaprovação das contas de Carminha Jerominho não impede que ela seja diplomada no dia 18 de dezembro. No entanto, com a rejeição, tanto ela quando Solange não recebem a quitação eleitoral. Com isso, elas ficam impedidas de concorrer a cargos nas eleições de 2010 e 2012.

Carminha, que recebeu mais de 22 mil votos, ficou presa do dia 29 de agosto a 10 outubro em um presídio de segurança máxima no Paraná, sob acusação de envolvimento com a milícia Liga da Justiça. O Ministério Público investiga se ela teria sido beneficiada na campanha pelo grupo criminoso, supostamente liderado por seu pai, o vereador Jerominho Guimarães, e pelo tio, o ex-deputado estadual Natalino Guimarães. Os dois estão presos.

Da decisão cabe recurso ao Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro. O prazo para interposição é o próximo dia 9.


Jornal do Brasil