Rio de Janeiro (RJ)

Segunda, 10 de novembro de 2008, 15h08 Atualizada às 15h10

Paes: Rio Rotativo virou quase flanelinha oficial

  • Notícias

O prefeito eleito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), comentou nesta segunda-feira o novo modelo do sistema Rio Rotativo, implantado na zona sul. Paes acha estranho que se faça um processo licitatório só para áreas nobres, enquanto em outras áreas os problemas não são resolvidos. "Não conheço a modelagem, os termos do edital, mas acho que é necessário que se organize o sistema que virou bagunça. O sistema formal virou quase flanelinha oficial", enfatizou o prefeito eleito.

Ele informou que já pediu ao próximo secretário de Transportes, Alexandre Sansão, que se aprofunde no assunto. "Se tudo estiver correto, vamos fazer valer o contrato", garantiu Paes.

O contrato foi feito com a empresa Embrapark, que a partir de agora é responsável pelo gerenciamento das vagas-certas na zona sul. O novo modelo conta com 9.049 vagas de estacionamento público do município localizadas em Copacabana, Leme, Ipanema, Leblon, Gávea, Lagoa e São Conrado, na zona sul.

O novo sistema será identificado pela cor azul, que estará em uniformes, crachás dos operadores e bilhetes de cobrança. Uma das novidades é a tolerância de até 10 minutos, que o usuário terá para estacionar sem pagar, desde que mantenha o pisca-alerta do carro ligado.


Jornal do Brasil