Fortaleza (CE)

Terça, 4 de novembro de 2008, 10h07

Cancelado reajuste à prefeita eleita que ganha mais que Lula

  • Notícias

Em Tianguá, CE, prefeita eleita perde reajuste
Em Tianguá, CE, prefeita eleita perde reajuste
Omar Jacob /Especial para Terra

Omar Jacob
Direto de Fortaleza

O presidente da Câmara Municipal de Tianguá, a 335 quilômetros de Fortaleza (CE), Flávio Gentil de Farias anulou, no início desta semana, a Lei que aumentava o salário da prefeita eleita. O valor da remuneração passaria de R$ 12 mil para R$ 15.849. Este seria o maior salário de um prefeito no Brasil.

Sem o reajuste o valor já é superior aos contracheques do presidente da República, que recebe R$ 11,4 mil e do governador do Estado, R$ 11,3 mil. A prefeita de Fortaleza recebe um pocuo mais, R$ 12,9 mil.

Segundo Farias, a Lei foi anulada por que a sessão que convocou a votação do Projeto de Lei (PL) não especificava a discussão sobre o aumento dos salários do Executivo.

O pedido de cancelamento foi realizado pelo vice-presidente da Câmara, vereador Carlos Beviláqua.

A prefeita eleita, Natália Felix Frota, 23 anos, havia declarado que só tomou conhecimento do reajuste pela imprensa. Natália afirmou que tentaria reverter a situação, pois concordava que o salário seria "abusivo" para a realidade do município, que tem 68 mil habitantes e sobrevive da hortifruticultura.

A nulidade do Projeot de Lei também invalida o aumento para o vice-prefeito e secretários municipais, que passariam a ganhar respectivamente R$ 7.920 e R$ 3.300.


Especial para Terra