Cuiabá

Terça, 28 de outubro de 2008, 20h16 Atualizada às 22h57

Em MT, Santos planeja contratar irmã de Lula para gabinete

  • Notícias

Juliana Michaela
Direto de Cuiabá

O prefeito reeleito de Cuiabá, Wilson Santos (PSDB), declarou em entrevista coletiva à imprensa que pretende contratar a irmã do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para trabalhar em seu gabinete. Lindinalva da Silva mora na cidade, no bairro Itapuã.

"Ela estará fazendo um assessoramento direto, dentro das habilidades dela. Lindinalva possui um dialogo fácil. Sua função deverá ser no gabinete atuando com os movimentos de bairros e evangélicos", disse o prefeito.

Ao questionar sobre o fato que que a função de Lindinalva deveria requisitar formação superior, Wilson Santos respondeu que não é necessário, pois "nem o próprio presidente tem".

Santos falou que o presidente Lula esteve com a irmã no bairro Itapuã, no dia 31 de julho de 2007, época do lançamento das obras do PAC em Cuiabá. "Nós asfaltamos a rua dela. A militância sabia onde ela morava, fez o convite e Lindinalva aceitou. A irmã do presidente acompanhou a maioria dos comícios e esteve na comemoração de domingo à noite", disse Santos.

O prefeito reeleito destacou na coletiva que também está preocupado com a crise internacional. "O presidente não está sereno, passa um ar de preocupação. Como tenho um discurso de austeridade fiscal, o orçamento de 2008 não pode fechar com restos a pagar. Já para o orçamento de 2009, ainda temos tempo para redimensionarmos. Isso é pauta para a reunião de amanhã do secretariado", disse.

Santos ressaltou que a crise internacional tem afetado "o mundo inteiro junto" e que começou a se inteirar do que ocorre porque, antes, esteve preocupado com as eleições.

"Irei reduzir o orçamento de 2009. Uma das medidas será diminuir o repasse à Câmara de Vereadores. A Constituição fala que é para repassar até 5% da receita corrente líquida, podemos diminuir esse percentual. Irei sensibilizar a mesa diretora e os partidos que nos apóiam", disse Santos, que atualmente repassa para a Câmara de Vereadores de Cuiabá R$ 19 milhões.

Sobre as críticas que recebeu durante a campanha eleitoral do candidato derrotado no segundo turno, Mauro Mendes (PR), o prefeito reeleito falou que o marcaram muito.

"Vamos honrar os compromissos. Pretendo construir um hospital materno infantil em Cuiabá que é uma das minhas promessas de 2004. Vou procurar o governo do Estado para cumprir esse compromisso que é nosso. Nessa campanha, vocês perceberam que eu fiz poucas promessas, apenas renovei a continuidade das obras que iniciei", explicou Santos.

Ao ser questionado a respeito das eleições em 2010, Santos respondeu que o PSDB terá uma candidatura no Estado. "Vamos ter um candidato. Nosso governo (gestão de Dante de Oliveira, de 1995 a 1998 e depois 1999 a 2002) reformou Mato Grosso, trouxemos soluções, como o gás, mas por causa de uma relação contratual ele não é abastecido em Cuiabá", esclareceu.

Ele finalizou dizendo que não será o candidato do partido, pois tem interesse em concluir seu mandato.


Especial para Terra