Salvador (BA)

Domingo, 26 de outubro de 2008, 21h58 Atualizada às 03h28

Pinheiro admite derrota e deseja sorte para Salvador

Pinheiro não respondeu às perguntas da imprensa
Pinheiro não respondeu às perguntas da imprensa
Sebastião Bisneto/Piauimagens/Futura Press

Flávio Costa
Direto de Salvador

O candidato Walter Pinheiro (PT) reconheceu nesta noite a derrota no segundo turno na eleição da capital baiana. "Salvador vai precisar de muita boa sorte nos próximos quatro anos. O povo fez sua escolha e cabe a nós preparar a caminhada para o próximo período. Espero que a cidade possa ser melhor administrada do que foi nos últimos quatro anos".

As declarações foram dadas no comitê central de sua campanha, no bairro Rio Vermelho. O candidato, entretanto, não respondeu aos questionamentos da imprensa. Pinheiro agradeceu aos partidos coligados, a sua candidata a vice, Lídice da Mata (PSB), a sua mulher, Ana Celeste, e ao governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), porém não falou no nome do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Essa nossa campanha é vitoriosa. Nós vamos continuar trabalhando em Brasília para fazer muito mais pela nossa cidade".

Após as declarações, ele saiu rapidamente do comitê, recusando-se a responder indagações dos jornalistas presentes.

A candidata a vice afirmou que havia "dois projetos na cidade e um deles conseguiu se comunicar melhor, talvez passado mensagens enganosas para a população".


Especial para Terra