São Luís

Domingo, 26 de outubro de 2008, 21h47

PSDB comemora vitória de João Castelo em São Luís

João Castelo (PSDB) comemora após ser eleito prefeito de São Luís
João Castelo (PSDB) comemora após ser eleito prefeito de São Luís
Eveline Cunha/Especial para Terra

Eveline Cunha
Direto de São Luís

A militância do PSDB foi para as ruas de São Luís comemorar a vitória de João Castelo. O candidato acompanhou a apuração em um hotel da capital maranhense, depois foi ao TRE, cumprimentar os juízes eleitorais, mas antes passou no Palácio dos Leões, residência oficial do governador Jackson Lago (PDT). Do TRE, Castelo seguiu em direção ao comitê central da campanha, na praia do Olho D'Água, em torno do qual se formou um grande engarrafamento.

Castelo disse que a sua vitória é uma prova da realização da vontade popular. "Atribuo à vontade do povo. Farei um grande governo, principalmente preocupado com o povo mais humilde", disse. O prefeito eleito tem 71 anos, já foi governador, senador e quatro vezes deputado federal.

Castelo diz que cuidará agora da transição. "A medida mais imediata é verificar os problemas mais graves e enfrentá-los". Disse ainda que vai cumprir à risca o plano de governo apresentado na campanha: "vou pegar todos os programas que mostramos para o povo e executar para que o povo tenha mais saúde, educação, segurança, tudo de bom", afirmou o novo prefeito.

O candidato do PCdoB, Flávio Dino, também acompanhou a apuração em um hotel, no centro de São Luís. Depois foi se encontrar com militantes do PCdoB e do PT em um colégio, também no centro da cidade. Dino agradeceu ao povo de São Luís pelo resultado. "Começamos muito atrás e fizemos uma campanha alegre, espontânea, por isso terminamos de cabeça erguida, com brilho nos olhos, coração vermelho", disse o candidato que começou a campanha com 4% da intenção de voto e terminou com mais de 44%.

Dino disse ainda que como deputado federal será um fiscal atento da administração de seu opositor. "É uma homenagem a toda a população de São Luís que farei esta oposição e espero que João Castelo mude o seu jeito de fazer política, respeite o direito das pessoas e respeite as leis", conclui o candidato comunista que teve o apoio do presidente Lula em seu programa no horário eleitoral.


Especial para Terra