Porto Alegre (RS)

Domingo, 26 de outubro de 2008, 20h51 Atualizada às 23h06

Confusão é registrada em comemoração de Fogaça

  • Notícias

Fogaça chegou a passar mal devido ao calor e ao grande número de pessoas no local
Fogaça chegou a passar mal devido ao calor e ao grande número de pessoas no local
Nabor Goulart/Futura Press

Daniel Fávero
Direto de Porto Alegre

A comemoração da vitória do prefeito reeleito em Porto Alegre, José Fogaça (PMDB), foi marcada por tumulto. Logo após o início do discurso de Fogaça, um militante foi retirado de dentro do comitê, na avenida João Pessoa. Em seguida, um jornalista foi agredido, supostamente por outro militante.

De acordo com testemunhas, o primeiro militante a causar confusão já teria iniciado o tumulto dentro do comitê. Ele foi retirado por seguranças e continuou a confusão na rua. Algumas pessoas informaram que ele teria consumido bebida alcoólica dentro do comitê.

Devido à grande quantidade de pessoas que assistiam ao discurso e ao calor, Fogaça passou mal e decidiu que continuaria a falar para os eleitores na rua.

A assessoria de imprensa do comitê municipal do PMDB não confirmou se o homem que agrediu o jornalista era militante do partido. A assessoria também não comentou sobre a presença de bebidas alcoólicas dentro do comitê.

Fogaça venceu, com 94,75% dos votos apurados, o segundo turno das eleições municipais e foi reeleito prefeito com 58,99%. É o primeiro caso de reeleição na prefeitura da capital gaúcha. A candidata petista, Maria do Rosário, obteve 41,01% dos votos válidos.


Especial para Terra