Porto Alegre (RS)

Domingo, 26 de outubro de 2008, 20h06 Atualizada às 22h41

Porto Alegre: Olívio se emociona com derrota; militante chora

  • Notícias

Camila, moradora do bairro Bom Jesus, disse que, com a derrota de Maria do Rosário, a cidade perde
Camila, moradora do bairro Bom Jesus, disse que, com a derrota de Maria do Rosário, a cidade perde
Daniel Fávero/Especial para Terra

Daniel Favero
Direto de Porto Alegre

Em cima de um carro de som, o presidente do PT no Rio Grande do Sul e ex-governador do Estado, Olívio Dutra, fez discurso em tom emocionado sobre a derrota de Maria do Rosário na eleição à prefeitura de Porto Alegre. Durante o discurso, a militante Camila Peixoto chorou.

"Estamos aqui com o mesmo calor da militância, reconhecendo a vitória do adversário", disse Olívio. Ele lembrou que o PT disputou o segundo turno em três cidades do Rio Grande do Sul. Camila, moradora do bairro Bom Jesus, disse que, com a derrota de Maria do Rosário, a cidade perde. "É uma pena para a cidade, porque a Rosário tinha um projeto de inclusão, de governar para todos, e não para poucos."

Segundo a Polícia Militar, cerca de 1,5 mil pessoas estavam no comitê central do PT, que fica a poucos metros do comitê do PMDB, onde 2 mil militantes comemoram a reeleição de José Fogaça (PMDB).

Fogaça venceu, com 98,88% dos votos apurados, o segundo turno das eleições municipais e foi reeleito com 58,94%. É o primeiro caso de reeleição na prefeitura da capital gaúcha. A candidata petista, Maria do Rosário, obteve 41,06% dos votos válidos.


Especial para Terra