Florianópolis (SC)

Domingo, 26 de outubro de 2008, 19h57 Atualizada às 20h22

Berger: "serei o melhor prefeito que Florianópolis já teve"

Berger comemora com Luiz Henrique
Berger comemora com Luiz Henrique
Antonio C. Mafalda/Mafalda Press/Futura Press

Iuri Grechi
Direto de Florianópolis

O prefeito reeleito de Florianópolis, Dário Berger (PMDB), concedeu entrevista logo após a informação de que estaria matematicamente eleito na capital e afirmou que no final de seu mandato será considerado "o melhor prefeito que Florianópolis já teve, por conta do número de obras que faremos" na cidade.

Berger acompanhou a apuração na Casa da Agronômica, que é a residência oficial do governador, com sua família, com seus assessores de campanha e também com o próprio governador do Estado, Luiz Henrique da Silveira (PMDB).

Berger se descobriu matematicamente eleito quando 90% das urnas estavam apuradas, saindo, então, para comemorar e dar entrevistas já como prefeito reeleito. Ele afirmou, na ocasião, que irá ampliar as parcerias entre prefeitura e governo estadual.

Foi um "duro embate com um oponente que foi duas vezes governador de Santa Catarina e duas vezes prefeito da capital. Eu não esperava que chegasse a esse nível de virulência", disse Berger, em relação a ataques pessoais que foram trocados na campanha do segundo turno.

Dário Berger tem 51 anos e é formado em Administração de Empresas. Além disso, já foi prefeito por dois mandados em São José (SC).

Berger ficará de licença até 5 de novembro e no dia 6 retoma os trabalhos, preparando o calendário de eventos para o verão catarinense. O prefeito também falou que irá à Europa com o governador para disputar com a China o evento Adventure Travel World Summit, que é um dos principais eventos empresariais de ecoturismo e turismo de aventura do mundo. Com isso, ele tentará aumentar o turismo no Estado durante alta temporada.

Após a comemoração, os correligionários foram para uma carreata na beira-mar norte, e, depois irão comemorar no Trapiche na beira-mar.

A primeira-dama, Rose Berger, comentou que a campanha foi "dura, árdua", que acabou indo para o lado pessoa, sendo sua família grandemente afetada. Rose deverá permanecer na secretaria de Desenvolvimento Social. Com a eleição, o PMDB completa 106 prefeitos eleitos em Santa Catarina, que tem 293 municípios.


Especial para Terra