Salvador (BA)

Domingo, 26 de outubro de 2008, 19h48 Atualizada às 23h41

João Henrique é reeleito prefeito de Salvador

João Henrique comemorou a vitória em Salvador
João Henrique comemorou a vitória em Salvador
Lúcio Távora/Ag. A Tarde/Futura Press

João Henrique (PMDB) foi reeleito prefeito de Salvador com 58,46% dos votos válidos. Walter Pinheiro (PT) ficou em segundo lugar, com 41,54% dos votos válidos. O índice de votos brancos foi de 2,51% e de nulos, 5,58%.

Desde o início da campanha, João Henrique figurava entre os últimos colocados nas pesquisas de intenção de voto. A surpresa da eleição municipal em Salvador ficou por conta da ausência do deputado federal Antonio Carlos Peixoto de Magalhães Neto (DEM) no segundo turno. ACM Neto liderava as pesquisas do Ibope com 28% de intenção de votos, oito pontos percentuais a mais que o Henrique e Pinheiro.

Filho do senador João Durval Carneiro (PDT), que governou a Bahia de 1983 a 1987 com apoio de Antonio Carlos Magalhães, João Henrique de Barradas Carneiro nasceu em 1959, em Feira de Santana, reduto eleitoral do pai e maior cidade do interior baiano. Formado em economia pela Universidade Federal da Bahia, morou em Montreal, no Canadá, onde fez pós-graduação em desenvolvimento econômico.

A tradição familiar o colocou na vida política. Foi líder estudantil e eleito vereador de Salvador em 1988 pelo antigo PFL. No decorrer do mandato, rompeu com ACM e filou-se ao PSDB, partido pelo qual foi reeleito para a Câmara Municipal. Em 1994, renunciou ao cargo de vereador para assumir uma cadeira na Assembléia Legislativa como deputado estadual, desta vez pelo PDT.

Foi no Legislativo baiano onde João Henrique ficou conhecido como defensor dos direitos dos consumidores e autor de projetos de incentivo ao turismo. Reelegeu-se deputado em 1998 e, ainda pelo PDT, foi eleito prefeito em 2004, derrotando no segundo turno o candidato de ACM, César Borges, com apoio de ampla frente partidária puxada pelo PT e PSDB.


Redação Terra