Porto Alegre (RS)

Domingo, 26 de outubro de 2008, 19h35 Atualizada às 22h42

Maria do Rosário diz esperar que Fogaça faça bom governo

Rosário garantiu que a Frente Popular continuará participando da vida política de Porto Alegre
Rosário garantiu que a Frente Popular continuará participando da vida política de Porto Alegre
Ines Arigoni/Futura Press

Marcelo Ortiz
Direto de Porto Alegre

A candidata derrotada à prefeitura de Porto Alegre, Maria do Rosário (PT), desejou, em seu comitê de campanha, no centro da cidade, sorte ao prefeito reeleito, José Fogaça (PMDB). A petista manifestou "o desejo de que o prefeito Fogaça faça um bom governo e cumpra com os compromissos assumidos com o povo".

Apesar da derrota, Rosário garantiu que a Frente Popular continuará participando da vida política de Porto Alegre. "Que o povo saiba que poderá contar conosco, seja com a bancada na Câmara de Vereadores, seja com os deputados", afirmou.

Ela disse também que recebeu o apoio do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que gravou uma mensagem em seu programa eleitoral e foi representado por ministros na campanha, como Tarso Genro e Dilma Rousseff.

Recebendo aplausos e ouvindo gritos de "Rosário, Rosário", a petista subiu num carro de som localizado na frente do comitê e discursou para a militância. Rosário agradeceu o apoio dos presentes e destacou que a derrota faz parte da democracia.

"Aceitamos essa derrota. A Frente Popular lutou muito pela democracia neste País", enfatizou a candidata derrotada.

Fogaça venceu, com 98,82% dos votos apurados, o segundo turno das eleições municipais e foi reeleito com 59,03%. É o primeiro caso de reeleição na prefeitura da capital gaúcha. A candidata petista, Maria do Rosário, obteve 40,97% dos votos válidos.


Especial para Terra