Florianópolis (SC)

Domingo, 26 de outubro de 2008, 18h45 Atualizada às 22h54

Dário Berger é reeleito prefeito de Florianópolis

O prefeito Dário Berger (PMDB) comemorou a reeleição ao lado do governador Luiz Henrique da Silveira após confirmação matemática
O prefeito Dário Berger (PMDB) comemorou a reeleição ao lado do governador Luiz Henrique da Silveira após confirmação matemática
Antonio C. Mafalda/Mafalda Press/Futura Press

O candidato à reeleição à prefeitura de Florianópolis pelo PMDB, Dário Berger, está matematicamente eleito neste segundo turno das eleições com 57,68% dos votos válidos, com 99,38% das urnas apuradas. Espiridião Amin (PP) está até agora 42,32% dos votos válidos.

Berger, que traz na chapa o vice João Batista Nunes (PR), da coligação O Trabalho Continua, teve uma campanha marcada pelo apoio formal do governador de Santa Catarina, Luiz Henrique da Silveira, e do presidente estadual do PMDB-SC, Eduardo Pinho Moreira.

A candidatura de Berger à reeleição foi homologada no dia 29 de junho, durante a convenção municipal do PMDB, que formou a base de apoio com mais seis partidos (PR-PRB-PRTB-PSC-PtdoB-PSB). No segundo turno, PV, DEM e PPS também manifestaram apoio a Berger.

O candidato derrotado à prefeitura de Florianópolis, César Souza Júnior (DEM), disse que seguiria a orientação do seu partido, que formalizou apoio no segundo turno a Dário Berger. O Democrata ficou em terceiro lugar na corrida pela prefeitura da capital catarinense, com 13,05% dos votos válidos.

Durante a campanha eleitoral, Júnior apresentou-se como o "candidato da mudança" e centrou a estratégia em ataques a Dário.


Redação Terra