Porto Alegre (RS)

Domingo, 26 de outubro de 2008, 18h35 Atualizada às 19h52

Militantes do PT e PMDB dividem avenida em Porto Alegre

Cerca de 3 mil militantes do PMDB e do PT se aglomeram na avenida João Pessoa
Cerca de 3 mil militantes do PMDB e do PT se aglomeram na avenida João Pessoa
Daniel Favero/Especial para Terra

Daniel Fávero
Direto de Porto Alegre

Cerca de 3 mil militantes do PMDB e do PT se aglomeravam, por volta das 18h30, em frente aos respectivos comitês de campanha, na avenida João Pessoa, em Porto Alegre. Com carros de som e bandeiras, eles aguardavam o resultado da disputa entre José Fogaça (PMDB) e Maria do Rosário (PT), à prefeitura de Porto Alegre.

Pesquisa boca-de-urna apontou que José Fogaça será reeleito em Porto Alegre com 57% dos votos válidos - quando não são considerados os votos brancos e nulos. A sua adversária, Maria do Rosário (PT), recebeu 43% dos votos válidos.

Os petistas, apesar dos resultados parciais, convocavam a militância por meio do carro de som: "Vamos levantar a cabeça. Não é hora de baixar a bandeira".

De acordo com o coronel Vanin, responsável pelo policiamento na capital, cerca de 25 homens fazem a segurança no local e mais 70 são responsáveis pelo patrulhamento nas proximidades. "Caso haja algum problema, podemos acionar o efetivo", afirmou.

O coronel disse que é comum a aglomeração na frente dos comitês em época eleitoral, mas não é comum o conflito entre militantes. Durante toda a tarde, pelo menos 11 pessoas foram detidas no local.


Especial para Terra