Manaus (AM)

Domingo, 26 de outubro de 2008, 17h51 Atualizada às 17h53

Polícias flagram ônibus fora de circulação em Manaus

  • Notícias

Arnoldo Santos
Direto de Manaus

Algumas denúncias de que ônibus do transporte público não estariam circulando na cidade de Manaus, no Amazonas, levou as polícias Federal e Militar a realizar, na tarde deste domingo, uma fiscalização nas garagens. Até agora, foram constatados pelo menos dois casos de empresas que estariam com ônibus parado sem justificativa.

A Justiça Eleitoral determinou, em Manaus, que os 1,3 mil ônibus que circulam na cidade não devem cobrar a passagem de ônibus neste domingo. O fato teria levado a algumas empresas a diminuírem o fluxo dos veículos.

A fiscalização foi determinada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) e será realizada até o final do período eleitoral que, por causa do fuso horário e do horário de verão, será até às 19h do horário de Brasília.

No ponto final do bairro Mauazinho, zona leste da cidade, foram flagrados oito ônibus parados sem justificativa. Outros sete também estavam estacionados no terminal de Cidade Nova, zona norte de Manaus.

O presidente do TRE-AM, desembargador Ari Moutinho, criticou os empresários que "ficam despudoradamente em seus gabinetes incentivando o não cumprimento da lei". Segundo ele, em todo caso que o ônibus for flagrado não circulando sem justificativa, será decretada a prisão do motorista e a empresa deverá pagar multa no valor de R$ 50 mil.


Especial para Terra