Maranhão

Sexta, 24 de outubro de 2008, 20h16 Atualizada às 20h55

TRE-MA proíbe fiscais de partido em locais de votação

  • Notícias

Com o propósito de evitar boca de urna e brigas entre correligionários, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão decidiu que os ficais partidários, que acompanharão a votação no próximo domingo, não poderão transitar nos locais de votação. Em São Luis, capital do Maranhão, a disputa pela prefeitura ocorre entre João Castelo (PSDB) e Flávio Dino (PCdoB).

Os juizes eleitorais maranhenses já haviam estipulado a distância mínima de 500 m entre as pessoas que fazem propaganda nas ruas para os dois candidatos.

Ontem, dois carros de som dos candidatos se encontraram na cidade na avenida Beira-Mar, houve pancadaria e militantes tiveram que ser levados ao hospital. Em outro incidente, o comitê do candidato Flavio Dino foi apedrejado.

Outra preocupação do TRE-MA, é com a possibilidade da prática de boca-de-urna. Com os fiscais com trânsito livre nas zonas eleitorais, o tribunal acredita que os correligionários podem tentar convencer eleitores que aguardam a vez de votar na fila.


Agência Brasil