Salvador (BA)

Sexta, 24 de outubro de 2008, 10h44

ACM Neto vai a comício de João Henrique em Salvador

  • Notícias

João Henrique faz último comício
João Henrique faz último comício
Fábio di Castro/Divulgação

O candidato à reeleição em Salvador, João Henrique (PMDB), realizou seu último comício antes do segundo turno no bairro Cajazeiras X, na noite de ontem. O candidato contou com a presença de diversos políticos, dentre eles ACM Neto (DEM), candidato derrotado no primeiro turno, e optou por não rebater as críticas de seu adversário, Walter Pinheiro (PT), em relação à sua gestão atual na cidade.

Figuras expressivas da política baiana e nacional dividiram o palanque com o peemedebista. Participaram do comício o ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima (PMDB), os ex-governadores Paulo Souto e João Durval, os deputados federais ACM Neto, Maurício Trindade (PR), Paulo Magalhães (PFL) e Marcos Medrado (PDT). Vereadores, secretários e lideranças comunitárias também estiveram presentes.

O ministro Geddel elogiou o apoio de ACM Neto a João Henrique, apesar de, em nível nacional, ambos serem oposição, visto que Geddel trabalha junto ao governo Lula, a quem ACM é oposicionista. "Sei que, mesmo preservando seus ideais, será capaz de construir o diálogo em favor da responsabilidade para com o povo brasileiro", afirmou.

ACM Neto
Para o candidato à reeleição, o apoio do deputado ACM Neto, que obteve uma votação de 27% no primeiro turno, poderá decidir essa eleição. Ele agradeceu a decisão do DEM em apoiá-lo, visto que o partido foi procurado pelos dois candidatos. Quanto a isso, ACM diz não entender o porquê que o PT vem criticando a aliança formada entre o partido e o PMDB. "Fui procurado pelos dois partidos e o PT só começou a desqualificar a aliança após ter seu pedido negado".

"Decidimos ficar ao lado da reeleição de João pelo compromisso assumido por ele em ajudar o governo a cuidar melhor da segurança, a dar maior atenção às crianças, às mulheres e aos idosos", disse ACM.

Cajazeiras X
Cajazeiras X é uma localidade estratégica para o candidato, visto que, além de ser quase uma cidade dentro de Salvador, é um dos maiores colégios eleitorais da capital baiana. Aí os candidatos da coligação Força do Brasil em Salvador (PMDB-PTB-PDT-PMN-PSL-PSC-PP-PHS-PRTB) obtiveram 38% dos votos no primeiro turno do pleito. João Henrique, na apuração final, ficou com 30,97% dos votos, contra 30,06% de Pinheiro.

"Fiz dois comícios neste segundo turno das eleições: um no subúrbio e este de Cajazeiras. Essa é a minha forma de agradecer a expressiva votação que vocês nos deram", afirmou o prefeito.


Redação Terra