Manaus (AM)

Sexta, 24 de outubro de 2008, 00h59 Atualizada às 01h00

MP entra com representação contra Amazonino Mendes

  • Notícias

Arnoldo Santos
Direto de Manaus

O Ministério Público Estadual (MP) do Amazonas entrou com uma representação contra o candidato à prefeitura de Manaus Amazonino Mendes (PTB). A ação é baseada no relatório da Delegacia Institucional da Polícia Federal (PF) que menciona a "distribuição e abastecimento de combustível em favor da coligação majoritária Manaus - Um futuro melhor", a qual Amazonino pertence.

Policiais federais encontraram centenas de "requisições de combustível" em um posto de combustíveis de Manaus, onde o serviço foi suspenso por suspeita de crime eleitoral. O proprietário do estabelecimento foi conduzido à PF para prestar depoimento.

O delegado federal que comanda a investigação, Wesley Sirlan Lima de Aguiar, disse que "a compra de votos por intermédio da distribuição gratuita de combustível é prática comum na cidade de Manaus."

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Amazonas, desembargador Ari Moutinho, declarou que "desconhecia se o posto possuía autorização para distribuir combustível". A ação do MP está assinada por cinco promotores de Justiça e foi entregue à Juíza Maria Eunice Torres do Nascimento, que preside o pleito na capital amazonense.


Especial para Terra