Amapá

Quinta, 23 de outubro de 2008, 16h32 Atualizada às 20h28

Justiça prende 4 mototaxistas por suspeita de crime eleitoral

  • Notícias

Mototaxistas são abordados pela Justiça por suspeita de crime eleitoral
Mototaxistas são abordados pela Justiça por suspeita de crime eleitoral
Mario Tomaz/Especial para Terra

Mario Tomaz
Direto de Macapá

A Justiça Eleitoral prendeu quatro motoqueiros suspeitos de crime eleitoral. Eles estariam recebendo requisições para abastecimento das motos com o propósito trabalhar em favor de um candidato à prefeitura de Macapá (AP).

Os quatro foram abordados no bairro Laguinho.

Os mototaxistas clandestinos foram abordados pela equipe do juiz João Guilherme Lages e foram encaminhados à Polícia Federal para serem autuados.

Foi divulgado para a imprensa que os suspeitos portavam cinco vales combustível no valor de R$ 10 cada.

Os suspeitos serão indiciados por crime eleitoral e também por atuar como mototaxistas ilegalmente.


Especial para Terra