Belém (PA)

Segunda, 20 de outubro de 2008, 15h43 Atualizada às 15h42

Mais de 2 mil urnas começam a ser testadas em Belém

  • Notícias

O maior problema com quebra de urnas eletrônicas no primeiro turno das eleições ocorreu em Belém, no Pará. O ministro do Tribunal Superior Eleitoral Ayres Britto lembrou que a substituição dessas urnas foi providenciada para o segundo turno. Segundo Britto, a capital paraense recebeu 2.520 urnas modelos 2006 e 2008, e os equipamentos começaram a ser testados ontem.

De acordo com o ministro, as urnas utilizadas no primeiro turno do pleito são o modelo de 1998 e apresentaram algumas incompatibilidades com o sistema operacional utilizado neste ano.


Redação Terra