São Luís

Segunda, 20 de outubro de 2008, 09h39 Atualizada às 09h39

Psol pede que seus eleitores votem nulo em São Luís

  • Notícias

O Psol declarou, em nota, que indica o voto nulo no segundo turno a seus eleitores em São Luís. Para o partido, os candidatos que disputam a prefeitura, João Castelo (PSDB) e Flávio Dino (PCdoB), representam o continuísmo no poder. No primeiro turno, o Psol concorreu à prefeitura com o candidato Paulo Rios, que atingiu 0,37% dos votos válidos.

"Neste segundo turno, o Psol decide indicar o voto nulo para seus eleitores, considerando que os candidatos João Castelo e Flávio Dino representam tão somente a perpetuação da política oligárquica e de todas as suas mazelas ao longo de 150 anos de vigência no Maranhão", afirmou o partido na nota, ressaltando que esta decisão foi tomada de forma "coerente e madura", após reuniões.

No documento, o partido também fez um balanço da sua atuação no primeiro turno em São Luís. Na nota, a sigla afirma entrou na disputa com o objetivo de divulgar o partido e seus ideais e fazer um combate ao continuísmo da política e ao abandono social, político, econômico e cultural da sociedade.

"O Psol, mesmo sem recursos materiais adequados fez o bom combate e lançou as suas propostas e as suas considerações de ordem política tanto no programa eleitoral de rádio e televisão, quanto nos diversos debates que foram realizados por algumas entidades organizadas. Temos a certeza de ter tentado elevar a consciência política e de classe do conjunto do eleitorado e da população de nossa cidade, buscando acumular forças para construir historicamente uma nova hegemonia, de esquerda e socialista".


Redação Terra