Florianópolis (SC)

Terça, 14 de outubro de 2008, 15h08 Atualizada às 15h08

PT de Florianópolis fica neutro e veta filiados no 2º turno

  • Notícias

Fabrício Escandiuzzi
Direto de Florianópolis

O PT de Santa Catarina decidiu optar pela neutralidade na disputa do segundo turno em Florianópolis, entre os candidatos Dário Berger (PMDB) e Esperidião Amin (PP).

A decisão ocorreu após reunião do diretório municipal do partido e que envolveu cerca de 150 militantes. Nesta terça-feira, o partido divulgou uma nota oficial afirmando que as duas candidaturas estão "muito distantes do que defende o PT para Florianópolis".

"Felizmente, conseguimos manter a nossa unidade partidária, que é nosso bem mais precioso", afirmou o presidente do diretório, Gilberto Del Pozzo, após a decisão. "O partido não apóia nenhum dos postulantes e orienta os filiados a não se manifestarem publicamente a favor de nenhum dos candidatos, liberando a decisão pessoal e individual de voto", reforçou Del Pozzo.

O candidato do PT nas eleições municipais, Nildomar Freire, obteve 6% dos votos válidos no primeiro turno. O presidente do diretório ressaltou o desempenho do partido e disse que o PT irá se dedicar a debater os problemas da capital catarinense. "Ele apresentou propostas concretas durante a campanha", destacou. "Vamos nos envolver na luta concreta do dia-a-dia, através das diversas organizações e movimentos sociais, no debate sobre os rumos da nossa cidade", salientou Del Pozzo.


Especial para Terra