Manaus (AM)

Domingo, 12 de outubro de 2008, 18h15 Atualizada às 20h27

Em Manaus, PT e PPS declaram apoio a Serafim

  • Notícias

Mário Adolfo Filho
Direto de Manuas

Após quase uma semana de muitas negociações e discussões internas com os partidos, o PPS e o PT decidiram que vão apoiar o candidato à prefeitura de Manaus Serafim Corrêa (PSB) no segundo turno das eleições.

Estas eram as únicas alianças que faltavam ser confirmadas, uma vez que Omar Aziz (PMN) disse que vai fazer campanha para Amazonino Mendes (PTB). Ricardo Bessa (Psol) e Luiz Navarro (PCB) adotaram a neutralidade.

De acordo com Luiz Castro (PPS), candidato a vice-prefeito na chapa de Francisco Praciano (PT), que ficou em quarto lugar nas eleições, a decisão de apoiar Serafim surgiu por conta das semelhanças entre as ideologias políticas e propostas de governo.

"Primeiro tínhamos que fazer reuniões internas para ouvir o pensamento de todos. Vimos que o que Serafim vem propondo é o ideal para Manaus. Existem muitas afinidades com aquilo que apresentamos quando tínhamos candidatura própria", afirmou o deputado estadual Luiz Castro.

O deputado estadual Sinésio Campos (PT) disse que o partido do presidente da república, Luiz Inácio Lula da Silva, estará ao lado de Serafim Corrêa, mesmo sabendo que PSDB e DEM também formam a mesma força de coalizão. Ele explicou que a escolha foi feita de forma democrática.

"Colocamos em votação e a opção de apoiar o atual prefeito recebeu 23 votos contra 13. Diante disso, o diretório municipal do PT anunciou a decisão de apoiar Serafim Corrêa", assinalou Sinésio.

Alianças formadas
A campanha de Amazonino Mendes recebeu o apoio de PRTB, PP, PTC, PMN, PHS e PTN. Já Serafim Corrêa está aliado a PSDB, DEM, PSDC, PcdoB, PDT, PT e PPS.


Especial para Terra