Rio de Janeiro (RJ)

Sábado, 11 de outubro de 2008, 22h25 Atualizada às 22h26

Carminha Jerominho corre risco de não ser diplomada

  • Notícias

A vereadora eleita Carmen Glória Guinâncio, mais conhecida como Carminha Jerominho (PTdoB), corre o risco de não ser diplomada. Ela estaria em situação irregular por não ter efetuado o registro de filiação partidária dentro do prazo mínimo de um ano antes das eleições.

Carminha, que recebeu mais de 22 mil votos, foi libertada ontem à tarde, depois de deixar um presídio de segurança máxima no Paraná. Ela estava detida desde o dia 29 de agosto sob suspeita de integrar a 'Liga da Justiça', uma organização criminosa paramilitar que teria intimidado moradores de favelas no Rio de Janeiro a votar em determinados candidatos.

Segundo o Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ), o nome de Carminha não constava na lista de filiados enviada pelo partido em novembro do ano passado.

Se confirmado o problema no registro, os votos de Carminha seguem para a legenda do PTdoB e o primeiro suplente da coligação é eleito no lugar da candidata.


Redação Terra