Alagoas

Quinta, 9 de outubro de 2008, 15h08 Atualizada às 15h07

Depois de ameaças, PF escolta retirada de urnas em Alagoas

  • Notícias

Odilon Rios
Direto de Maceió

A Polícia Federal foi acionada para garantir a segurança da retirada das urnas eletrônicas da cidade de Junqueiro, no interior de Alagoas. Na terça-feira, a população fechou a BR 104, de acesso a Junqueiro, por mais de 8 horas.

Nesta quarta-feira, a Associação dos Magistrados (Almagis) denunciou ao Tribunal Regional Eleitoral do Estado (TRE-AL) que partidos políticos estariam instigando a população a quebrar o fórum da cidade, questionando o resultado das eleições.

Tendo em vista a situação de alerta, a PF iniciou a retirada das urnas nesta tarde. Segundo o superintendente adjunto da PF, Nilton Ribeiro, o pedido de retirada das urnas foi do TRE-AL e a ordem é que elas sejam levadas a Maceió em segurança. "Se o TRE necessitar, nós vamos dar apoio e ajudar no transporte de urnas de outros municípios também", explicou Ribeiro.

Segundo o presidente do TRE-AL, desembargador Estácio Gama, em outras cidades do Estado movimentos semelhantes vêm ocorrendo. "São baderneiros. Se querem questionar a eleição, que usem a Justiça. Não houve movimento nenhum antes, só agora, depois do resultado. Os que perderam devem estar com medo", afirmou.


Especial para Terra