Fortaleza (CE)

Segunda, 6 de outubro de 2008, 00h11 Atualizada às 00h16

Luizianne: "adversários fizeram campanhas medíocres"

  • Notícias

Luizianne Lins (PT) concede entrevista após reeleição em Fortaleza
Luizianne Lins (PT) concede entrevista após reeleição em Fortaleza
Bruno de Castro/Especial para Terra

Bruno de Castro
Direto de Fortaleza

A prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT), obteve 50,16% dos votos válidos neste domingo. Feliz pela campanha, a candidata reeleita não poupou os principais adversários de pleito, o ex-deputado Moroni Torgan (DEM) e a senadora Patrícia Saboya (PDT).

"Fui atacada durante a campanha, mas isso só mostrou que meus eles não conheciam Fortaleza. Meus adversários fizeram campanhas medíocres, cheias de ataques gratuitos e pessoais, e não apresentaram nada para resolver os problemas de Fortaleza", afirmou Luizianne.

A reeleita comentou também suas expectativas para um segundo mandato na capital cearense. "Estou muito alegre e o sentimento é de gratidão do povo por meus três anos e oito meses à frente da prefeitura. Espero realizar muitas obras com recursos que foram buscados no primeiro mandando", prometeu.

"No começo da minha próxima gestão vou realizar uma avaliação do meu secretariado e se achar que alguém não foi bem, vou fazer trocas sem problemas", acrescentou.

Apesar da vitória no 1º turno, Luizianne garantiu que a eleição foi complicada. "Ter mais de 50% dos votos, em uma eleição apertada contra o DEM e o PSDB (partido integrante da coligação de Patrícia Saboya) é uma grande vitória para o PT".

Mesmo com a celebração partidária, a prefeita acredita que o apoio do publicitário Duda Mendonça e do próprio presidente Luiz Inácio Lula da Silva não foram cruciais em sua reeleição.

"Se eu não tivesse feito um bom governo, o povo não teria me reeleito e não valeria de nada o apoio de Lula e as peças de marketing de Duda (Mendonça)", afirmou.

Luizianne disse ainda que não recebeu ligação de seus adversários e nem mesmo do presidente Lula, de quem era esperado algum contato.


Redação Terra