Recife (PE)

Domingo, 5 de outubro de 2008, 21h30 Atualizada às 02h28

Eleito, João da Costa diz que povo fez justiça

João Costa, ao centro, falou da justiça feita nas urnas
João Costa, ao centro, falou da justiça feita nas urnas
Gabriela Belém/Especial para Terra

ALEXANDRA WARESCA
Direto de Recife

O prefeito eleito do Recife, João da Costa (PT) concedeu entrevista na sede do seu comitê na Avenida João de Barros, em Santo Amaro. Acompanhado do governador Eduardo Campos, do prefeito do Recife, João Paulo, do vice, Milton Coelho, além do secretário das Cidades Humberto Costa e do deputado federal, Maurício Hands, o novo prefeito disse que a justiça será feita.

Ele se disse muito tranqüilo sobre o processo em tramitação no TRE-PE, onde é acusado de uso da máquina. "O povo já fez a sua justiça ao nos eleger prefeito da cidade do Recife", disse João da Costa.

Questionado sobre o que mudará no projeto iniciado por João Paulo na capital pernambucana, João da Costa afirmou que pretende corrigir o que precisa ser corrigido e manter o que está dando certo.

"Temos um longo caminho pela frente", disse. O governador Eduardo Campos afirmou que as pessoas vão se surpreender com João da Costa, que soube realizar uma campanha equilibrada e ética.

A apuração no Recife chega a 97,08% das urnas apuradas. João da Costa (PT) tem 51,59% dos votos válidos, enquanto Mendonça Filho (DEM) vem em segundo com 24,61%.

Segundo Filho, a derrota faz parte do processo democrático. Para ele, a candidatura do Democratas cumpriu muito bem a sua missão ao apresentar propostas para a cidade. "Por muito pouco não chegamos ao segundo turno no Recife, infelizmente", afirmou.


Redação Terra