Teresina (PI)

Domingo, 5 de outubro de 2008, 19h23

PI: candidatos e governador votam e falam em vitória no 1º turno

Sílvio Mendes (PSDB) vota em Teresina
Sílvio Mendes (PSDB) vota em Teresina
Carlos Rocha/Especial para Terra

Carlos Rocha
Direto de Teresina

Os líderes nas pesquisas de intenção de voto em Teresina, Sílvio Mendes (PSDB) e Nazareno Fonteles (PT), votaram às 9h e 10h respectivamente. Enquanto o tucano foi à seção acompanhado de assessores e da filha Cristina Mendes, o candidato petista votou acompanhado do governador Wellington Dias e correligionários.

O prefeito e candidato à reeleição Sílvio Mendes votou em um colégio público na zona leste da capital e avisou que não pretende renunciar ao cargo para disputar o governo do Estado em 2010. "A cidade se confia a uma pessoa que é eleita prefeito e essa é a missão mais importante da minha vida. Jamais renunciaria a um mandato delegado pela população", disse.

Ele também relevou as críticas dos adversários. "Só olho para frente. Para trás só para aprender as lições", comentou.

Mendes evitou falar como prefeito reeleito, mesmo com a última pesquisa Ibope apontando 61% da preferência do eleitorado para sua candidatura, mas destacou metas para uma possível segunda gestão. "A gente tem que participar do combate à violência e qualificar a educação", ressaltou.

Sobre saúde, o prefeito destacou que a necessidade é de melhorias na qualidade do atendimento. Sílvio Mendes também falou que são necessárias mais paradas de ônibus, uma das principais críticas dos adversários.

Nazareno Fonteles, mesmo em segundo lugar na última pesquisa Ibope, com 25%, não abandona o tom otimista e disse que espera ser eleito já no primeiro turno. "Foi a campanha que mais me dediquei. Continuo acreditando que ganho no primeiro turno. Pago para ver o contrário", afirmou.

O candidato petista também comentou que mesmo com parcerias administrativas entre PT e PSDB, como em Teresina, é preciso haver entendimento de que os partidos têm projetos políticos diferentes. "O que não podemos confundir é o projeto político que é diferente. Era isso que tinha de ficar claro na campanha. Fizemos um esforço para isso".

O candidato reafirmou a acusação de corrupção por parte do prefeito Sílvio Mendes. "Os fatos que evidenciamos são consistentes de que houve corrupção, que significa alteração das regras, e quem altera as regras não pode ter os votos tão válidos", comentou Nazareno, acrescentando que espera o julgamento do povo nas urnas.

Durante a campanha o candidato denunciou contratações irregulares na Fundação Municipal de Saúde.

O governador Wellington Dias destacou que houve engajamento da base aliada do governo não só em Teresina, mas em todo o Estado. "Vi na capacidade do Nazareno e na campanha em Teresina e em outros municípios uma força na defesa desse projeto que quer desenvolvimento com qualidade de vida", comentou.

Wellington Dias acrescentou que confia na vitória de Nazareno Fonteles. "Estou muito confiante. Agora a gente passa a fase das pesquisas e o que vale mesmo e é o voto de cada um", ressaltou o governador.

Para o governador também cabe destacar a tranqüilidade no pleito. "Estamos trabalhando as condições de segurança coordenadas pela Justiça Eleitoral, com forças federais que se somam às forças de segurança estadual".


Especial para Terra