Maceió

Domingo, 5 de outubro de 2008, 19h05 Atualizada às 19h04

TRE descarta irregularidade em urnas de Maceió

  • Notícias

Bruno Teixeira
Direto De Alagoas

O desembargador Estácio Gama, presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE-AL), esclareceu, no início da noite deste domingo, denúncia do atual prefeito e candidato à reeleição de Maceió, Cícero Almeida (PP), sobre suposta fraude em urnas distribuídas em duas escolas da capital. "Constatou-se a mais absoluta regularidade", atestou o desembargador, referindo-se à análise do secretário de Tecnologia da Informação do TRE, Daniel Macedo.

"Também fizemos o teste com votos a vereador, e nada foi constatado", afirmou o juiz eleitoral Francisco Malaquias, que também participou da inspeção. Segundo denúncia, eleitores estariam digitando o número 11, do candidato à reeleição, enquanto que, na tela da urna, estaria aparecendo o número 45, da candidata Solange Jurema (PSDB).

"Acreditamos que esta confusão foi fruto da pouca instrução de alguns eleitores, em virtude de, este ano, também constar na urna a foto e o número do candidato a vice. No caso de Almeida, o vice é uma mulher. Daí a confusão", explicou o secretário.

Contudo, a juíza eleitoral Ana Florinda criticou: "não se pode agir com oportunismo. Se o candidato estivesse atrás nas pesquisas, talvez isto não tivesse sido levantado".


Especial para Terra