Recife (PE)

Sábado, 4 de outubro de 2008, 13h57 Atualizada às 16h00

Eleitorado feminino pode romper com tradição em Recife

  • Notícias

As eleições deste ano em Recife (PE) podem ser marcadas pelo fim de um tabu. Segundo a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), até agora nenhum político no poder conseguiu eleger seu sucessor. Caso os 1.108.385 eleitores aptos a votar, sendo 54,92% destes do sexo feminino, elejam João da Costa (PT), confirmando-se, assim, as pesquisas, ele será o sucessor de seu colega de partido João Paulo.

Para o coordenador do Núcleo de Estudo Eleitorais, Partidários e da Democracia da UFPE, Clóvis Miyachi, o fato de não eleger sucessor ocorre na capital pernambucana porque o eleitor recifence é "bem politizado e atento ao que ocorre durante a campanha", mesmo nos momentos finais.

"Recife sempre foi uma cidade altamente politizada, mas, em contra partida, é meio estranha. Em eleições passadas de Jarbas Vasconcelos contra Murilo Mendonça, Jarbas ganhou praticamente três dias antes. Houve denúncias contra Mendonça e isso reverteu o resultado das eleições às vésperas do pleito", conta.

"Houve outro caso com o então candidato a prefeito Roberto Magalhães, apoiado por Jarbas, que deu uma 'banana' para os policiais que faziam uma manifestação, e isso se reverteu também a favor de João Paulo", acrescenta. Na ocasião, João Paulo venceu as eleições e derrotou a aliança PMDB-PLF.

Assim como a média nacional, o eleitorado recifense é composto em sua maioria por mulheres. São ao todo, 608.729 do sexo feminino, o que corresponde a 54,92% dos votantes.

Os homens são, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 498.005 eleitores, ou seja, 44.93% dos que podem votar em Recife. A maior parte do eleitoral recifense (258.469 eleitores) está na faixa etária entre 45 e 59 anos de idade, seguido de perto pelos que têm idade entre 25 e 34 anos, que somam 257.263 eleitores.

Os eleitores com 16 anos formam a menor parcela daqueles aptos a votar na capital pernambucana. Eles somam ao todo 4.819 eleitores.


Agência Brasil