Macapá (AP)

Sexta, 3 de outubro de 2008, 13h16

PF apreende remédios e dinheiro em comitê de Macapá

  • Notícias

Alcinéia Cavalcante
Direto de Macapá

A Polícia Federal (PF) e os juízes eleitorais Rommel Araújo e Guilherme Lages apreenderam nesta madrugada cestas básicas, remédios, receitas médicas, cadernos e agendas com cadastros de eleitores, além de tickets de combustível na casa de uma assessora da vereadora Helena Guerra, candidata a vice-prefeita de Macapá na chapa encabeçada por Roberto Góes (PDT).

Dois carros cheios de cestas básicas também foram apreendidos e três mulheres e um homem foram presos. No carro também havia milhares de "santinhos" da candidata a vereadora Kika Guerra (DEM), filha de Helena Guerra. A denúncia chegou à Justiça Eleitoral através do telefone "Fiscal da Democracia", que pode ser acionado pelo número 9119 2008.

Os juízes Rommel e Lages, acompanhados de policiais federais e membros da comissão de fiscalização, se dirigiram ao local no bairro Perpétuo Socorro e flagraram os carros quando saíam com cestas básicas e remédios para fazer a distribuição entre o eleitorado.

Dentro da casa, mais cestas básicas foram encontradas. As quatro pessoas presas depois de prestarem depoimento na Polícia Federal serão recambiadas para o presídio de Macapá.

Ontem a PF prendeu um assessor do candidato a vereador Diego Duarte, filho do deputado estadual Edinho Duarte (PMDB). Com ele foram apreendidos um pacote de dinheiro e listas com cadastro de eleitores.

Na tarde de quarta-feira a PF apreendeu dois ônibus que levavam eleitores para o município de Itaubal para participar de uma passeata do vereador José Serafim Picanço (PP), candidato a prefeito daquele município. Dentro do ônibus a PF encontrou cinco mil reais em notas de pequeno valor que estavam sendo distribuídas aos passageiros.


Especial para Terra