Curitiba (PR)

Quinta, 2 de outubro de 2008, 19h16 Atualizada às 19h52

Curitiba: PMDB entra com ação contra candidatura de Richa

  • Notícias

Róger Pereira
Direto de Curitiba

O PMDB, do candidato Carlos Moreira, entrou com uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral na 1ª Zona Eleitoral de Curitiba pedindo a declaração de inelegibilidade do prefeito Beto Richa (PSDB). O tucano é favorito para reeleger-se no primeiro turno, segundo todas as pesquisas eleitorais.

E são justamente as pesquisas eleitorais que servem de argumento para o pedido do PMDB. Segundo o advogado Emerson Norihiko Fukushima, que representa o partido na ação, a candidatura de Beto Richa teria se utilizado dos institutos de pesquisa e dos meios de comunicação.

Na ação, o partido contesta a semelhança entre as informações contidas nos pedidos de registro de pesquisa, que, segundo o PMDB, são praticamente idênticos.

"A combinação entre os institutos criou evidentes repercussões no processo eleitoral de Curitiba. Ela é responsável pelo clima de invencibilidade do candidato oficial. Também sempre são geradas notícias favoráveis ao candidato Beto Richa em diversos veículos de Curitiba", alegou o partido.

O PMDB pediu a intimação dos institutos de pesquisa para que forneçam informações completas sobre a metodologia empregada nos levantamentos e da prefeitura de Curitiba para que forneça detalhadamente os valores pagos em publicidade institucional.

A assessoria de imprensa de Beto Richa informou que o prefeito não se pronunciará sobre o assunto.


Especial para Terra