Boa Vista (RR)

Quinta, 2 de outubro de 2008, 14h31 Atualizada às 14h36

Última pesquisa Ibope será divulgada em Boa Vista

  • Notícias

REBECA LOPES
Direto de Boa Vista

A Coligação Boa Vista Feliz que apóia a candidatura à prefeitura do deputado federal Luciano Castro (PR) entrou com pedido na 1ª Zona Eleitoral (ZN) de Boa Vista em Roraima, para que a última pesquisa Ibope realizada na capital, não fosse divulgada. O juiz Alexandre Magno Magalhães negou a liminar e o resultado deverá ser divulgado nesta quinta-feira, no Jornal de Roraima, que vai ao ar à noite.

A pesquisa encomendada pela Rádio TV do Amazonas, afiliada da TV Globo no Estado, e realizada entre os dias 27 de setembro e 2 de outubro, foi registrada no Cartório da 1ª ZE no dia 26 de setembro, com protocolo número 5110/2008. A divulgação do resultado acontece antes do debate eleitoral promovido pela TV RR entre os quatro candidatos majoritários.

Na justificativa para o pedido de impugnação e a imediata suspensão da pesquisa, a coligação alegou que os critérios de metodologia e ponderação usados pelo Ibope seriam genéricos e omissos. Outra alegação foi que em outros estados, a própria Justiça Eleitoral teria proibido a divulgação de várias pesquisas do Ibope, por fraude ou manipulação de dados.

O advogado da coligação, Leandro Finelli, declarou que está providenciando recurso junto ao Tribunal Regional Eleitoral, por entender que a pesquisa não cumpre com o rigor que determina a Resolução 22.623/2007. "Vamos entrar com mandado de segurança porque a resolução impõe critérios que não foram seguidos", disse.

A assessoria de comunicação do Ibope informou que todas as pesquisas realizadas pela entidade são pautadas em critérios técnicos da ciência estatística. Além disso, esclareceu que os resultados refletem fielmente o que é encontrado na interlocução com os entrevistados e independem dos interesses de quem os contrata.

"O rigor estatístico, associado a outros controles que temos, asseguram a qualidade e a credibilidade da pesquisa", observou a assessoria de comunicação do Ibope em nota. "Além disso, nossas pesquisas atendem aos códigos de auto-regulação e de ética elaborados pela associação mundial de profissionais de pesquisa, a European Society for Opinion and Marketing Research (ESOMAR), e pela Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa (ABEP)".


Especial para Terra