Fortaleza (CE)

Segunda, 29 de setembro de 2008, 06h24 Atualizada às 07h30

Patrícia Saboya tem a saúde como prioridade em Fortaleza

  • Notícias

Pela segunda vez, a senadora Patrícia Saboya (PDT) tenta se eleger como prefeita de Fortaleza. Autora do projeto de lei que amplia a licença-maternidade para até seis meses, como direito opcional, Patrícia prometeu, se eleita, dar prioridade à melhoria da saúde, construindo mais postos. "Estamos criando o programa Pracinhas da Saúde da Família, que serão unidades básicas com médicos, dentistas, enfermeiros e assistentes distribuídas em 420 unidades. Fortaleza conta com mais de 90 postos e teríamos que construir 320 unidades, ao custo de R$ 160 mil cada uma", disse.

A idéia, segundo Patrícia Saboya, é que os postos fiquem, no máximo, a cerca de cinco quilômetros de cada casa da cidade. "Vamos ter que contratar mais 220 médicos. Hoje, para o Programa Saúde da Família, são 200 médicos e teríamos que contratar mais 220 profissionais", afirmou a candidata.

Na educação, a principal preocupação da pedetista será o fortalecimento do ensino na primeira infância. "As crianças com até quatro anos, em todo o Brasil, já são atendidas. Por isso, vamos investir nas creches. O primário é a base de tudo", disse a candidata que pretende dobrar o número de creches em Fortaleza.

Patrícia Saboya também afirmou que pretende, se eleita, tratar da segurança de forma preventiva, investindo em programas sociais. "Sabemos que a responsabilidade constitucional de cuidar segurança é do governo do Estado, portanto, a polícia tem que estar bem preparada. A guarda municipal pode fazer um trabalho de apoio. Queremos trabalhar na prevenção do crime, com políticas sociais, gerando emprego e qualificando a juventude", prometeu.

Segundo ela, metade dos jovens de Fortaleza está desempregada. "Trabalhar na qualificação do jovem, oferecer esporte, cultura, lazer são formas de se prevenir a violência", disse Patrícia, que prometeu também ampliar o contingente da guarda municipal.

Na área de habitação, Patrícia prometeu regularizar todos os imóveis em situação irregular. "Vamos entregar o título de propriedade para todas as famílias que estão em situação irregular, porque isso não custa dinheiro, apenas seriedade", afirmou.

Para melhorar o transporte público, Patrícia Saboya aposta na melhoria da gestão. "Pretendo recuperar a capacidade de planejamento da cidade. O metrô pode aliviar o trânsito da cidade e precisamos ter a compreensão de que a cidade não precisa se estender. Queremos que a cidade tenha fronteiras, em que as pessoas possam transitar com tranqüilidade", disse Patrícia Saboya, prometendo manter o preço das passagens "barato e congelado".


Agência Brasil