Belém (PA)

Sábado, 27 de setembro de 2008, 08h49 Atualizada às 09h12

José Priante promete "choque de gestão" na saúde em Belém

  • Notícias

O candidato do PMDB à prefeitura de Belém, José Priante, quer implementar um "choque de gestão" na rede de saúde municipal. A criação de unidades que funcionarão 24 horas, com estrutura de atendimento de médio porte, está entre as propostas do candidato para o setor. O seu objetivo é "desafogar" o movimento nos dois prontos-socorros municipais da 14 de Março e de Guamar.

Priante disse que vai ampliar de 20% para 30% o atendimento preventivo executado pelos profissionais do programa de prevenção Saúde da Família. "Vamos precisar de uma atenção muito especial, humanizada, capacitação, remuneração digna para médicos e para todos os que fazem o serviço público de saúde", afirmou.

Na educação, as propostas de Priante estão focadas no ensino em tempo integral. Entre as ações que pretende implementar está a criação do "Protequengo" (expressão que une as palavras proteção e "quengo", significando cérebro), uma bolsa que será concedida aos estudantes de baixo poder aquisitivo para a realização de cursos profissionalizantes. Desta forma, o candidato quer estabelecer o mínimo de condições para que jovens carentes tentem uma vaga no mercado de trabalho.

Para as crianças entre 0 e 5 anos, Priante prometeu "espalhar creches por toda a cidade". Para viabilizar sua proposta, ele pretende fazer parcerias com estabelecimentos religiosos e convênios com entidades comunitárias. "Dessa forma, esperamos que nos três primeiros meses (de mandato na prefeitura) possamos espalhar creches por toda a cidade de Belém", disse o candidato.

Como proposta para combater a violência na cidade, José Priante disse que tem como programa de campanha "construir uma rede de proteção social" capaz de minimizar o problema, mesmo reconhecendo o papel do goevrno estadual no controle da segurança pública.

"Vamos criar uma secretaria de segurança pública municipal. Com isso, vamos habilitar o município aos programas do governo federal ligados à área e aos programas sociais relativos a essa área", afirmou.

Colocar carros nas ruas para prestar serviços de segurança pública também  está no programa de José Priante. Com isso, ele pretende promover rondas nos bairros distribuídos nos oito distritos de Belém. Cada distrito seria fiscalizado por 12 carros, em princípio, segundo a proposta do candidato.

Para minimizar o problema habitacional, Priante quer fazer uma parceria com o governo federal por meio do programa Crédito Solidário, que financia a compra de imóveis por 20 anos sem cobrança de juros.

A melhoria do trânsito na cidade passa, de acordo com ele, pelo reordenamento das linhas de transporte coletivo. Para isso, promete criar faixas exclusivas de ônibus e ordenar melhor as vias destinadas ao transporte coletivo.


Agência Brasil